1

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Kung Fu

Conta a tradição que o mestre Wang Lang caminhava em contemplação por um bosque quando se viu concentrado na luta de dois insetos: de um lado, uma cigarra; do outro, um louva-a-deus.
A contenda seguia acirrada. Quando a robusta cigarra estava a ponto de prender seu adversário com suas patas, algo aconteceu: o louva-a-deus, quase em pé, reagiu velozmente usando suas pernas dianteiras, agarrando a cigarra e vencendo, finalmente, a disputa.
Aqueles movimentos extremamente rápidos fascinaram o mestre Wang Lang, que os incorporou à arte do combate humano. Assim nasceu o estilo louva-a-deus dentro do kung fu.
kung fu significa "trabalho", "virtude", e remonta à pré-história, quando os primitivos chineses começaram a observar e a imitar os animais em suas técnicas de defesa. Estas práticas foram unificadas por volta de 520 d.C. por um monge indiano chamado Bodhidarma, no mosteiro budista Shaolin.
A filosofia desta prática é essencialmente pacifista. Antes de tudo, o diálogo. Se o diálogo falhar, deve ser usada a auto-defesa e a imobilização. Só em último caso o ataque deve ser desferido.

Hoje, depois de 2 anos e uns tantos meses, retornarei à prática do kung fu, agora no estilo louva-a-deus.
Nunca procurei a luta em si, mas o conhecimento, a disciplina, a filosofia e o exercício mental. Só quem se dedica a verdadeiras práticas orientais sabe do que estou falando. As sensações de aprendizado pessoal, evolução individual, purificação, calma interior são extremamente gratificantes. Tudo isso, lógico, aliado à saúde física adiquirida.
A arte é de 2004, quando treinava o estilo Shaolin.

6 Comments:

Anonymous xixita said...

tudo bem, egon...
só te darei 5+ a partir de agora.
amigo... amigo...


rsrsrsrs...
arte magnífica!!!

13:00

 
Anonymous xixita said...

tudo bem, egon...
só te darei 5+ a partir de agora.
amigo... amigo...


rsrsrsrs...
arte magnífica!!!

13:00

 
Blogger Nath Triveloni said...

Bela arte, texto perfeito :)
Bom retorno ao Kung Fu!

13:53

 
Blogger ana paula said...

Duas artes fantásticas, rs
Parabéns pelo desenho impactante e maravilhoso! E seu último parágrafo me lembrou meu primo que filosofa ao falar de kung Fu, rsrsrs. Eu estou 'quase comprando' uma espadinha samurai de tão bela e tão design que achei, rsrsrsrsrs.
Não imaginava que praticava essa fascinante arte chinesa, senhor Egon!! :D
Bom retorno!
beijos.

00:44

 
Anonymous Manah said...

fala, gigante egon!
Pratiquei kung fu por uns 4 anos ao longo da minha vida.
Sou viciado também, mas fico puto por não ter tido tempo de retornar a treinar ultimamente.
Eu praticava shaolin do norte.
É ótimo mesmo.
A gente fica bem relaxado, tanto física quanto mentalmente.
Dá aquela sensação de que realmente estamos mais equilibrados e até mais pacíficos.
Queria voltar a fazer, ou então começar a fazer yoga que também tenho curiosidade.

estou com inveja de você que conseguiu voltar.
abraço.

10:55

 
Anonymous **cybele** said...

Eu acho que fiquei de dar alguma explicação sobre o krav magá no seu flog (eu tinha escrito kav, ser o R). É luta exclusiva de defesa pessoal desenvolvida pelo exército israelense. Tá aqui: http://www.kravmaga.com.br/

16:06

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home